Viajar na pandemia: Veja algumas dicas úteis e seguras!
15 de outubro de 2021
Show all

5 dicas para economizar em uma viagem nacional

Não existe nada mais satisfatório do que tirar uns dias para viajar e relaxar a mente, não é mesmo?! E quando conseguimos economizar dinheiro fazendo isso, melhor ainda!

Neste artigo, separamos algumas dicas ótimas para você, que deseja fazer uma viagem dentro do Brasil e não gastar tanto dinheiro, mas ainda assim conseguir aproveitar da forma que merece. Confira a seguir. 

1. Viaje fora de temporada

Algumas pessoas não têm muita opção e só podem viajar em meses de alta temporada, que acontecem em datas comemorativas e feriados. Porém, se você tem escolha, opte por viajar fora desses períodos.

Como são épocas de muita procura, os preços ficam bem mais caros, então, uma ótima saída, é optar pelos períodos menos procurados, como abril, setembro, outubro e novembro. 

Ao fazer isso, você irá conseguir preços bem mais em conta, além de encontrar atrações turísticas mais vazias.

Outra dica ótima é procurar viajar em dias de semana e fugir dos dias mais agitados, como sexta, sábado, domingo e segunda-feira de manhã.

2. Acumule milhas e embarque de graça

Nem todas as pessoas têm conhecimento sobre isso, mas é possível obter milhas e viajar de graça com gastos do dia a dia. Então, que tal, além de um cartão de crédito para negativados sem anuidade, você passar a usar também um cartão de crédito que acumula milhas?!

E não é só com o cartão que é possível fazer isso, pois existem também programas de fidelidades que disponibilizam promoções em parcerias com lojas que permitem que você acumule pontos a cada compra.

Depois disso, é só transferir para a companhia aérea de sua escolha e usar em formato de milhas. 

3. Faça voluntariado

Uma das formas economizar dinheiro em uma viagem, é trocando suas habilidades por hospedagem. 

Isso significa que você pode trabalhar em campings, escolas, hostels e em fazendas, ensinando um novo idioma, tirando fotos, auxiliando as pessoas que trabalham no local em alguma atividade, dentre outras coisas. 

Alguns locais pedem número mínimo e máximo de dias, porém, no geral, costuma funcionar entre sete dias a três meses. 

4. Procure hospedagem compartilhada

O hostel não costuma ser a primeira opção para a maioria das pessoas, pois não é todo mundo que gosta desse tipo de experiência, mas a realidade é que eles podem ser ótimas opções para quem, além de estar precisando economizar, não se importe em dividir quarto com alguém. 

Se você está disposto a viver coisas novas, saiba que uma hospedagem compartilhada vai permitir que você faça amigos e gerar mais bagagem e experiência. 

Caso se hospede com algum turista, é possível até que aprenda ou treine algum idioma, o que é muito legal!

No entanto, se você não gosta mesmo de dividir um quarto, outra alternativa é pegar uma hospedagem privativa e usar as partes compartilhadas do espaço, como a área de café da manhã e o coworking. 

5. Cozinhe mais e faça mercado

Na maioria dos casos, não é tão simples assim escolher cozinhar, principalmente quando o objetivo principal é descansar. 

Porém, se a viagem for muito longa ou o destino em si for caro, comer em restaurantes em todas as refeições irá pesar muito no bolso, então, compensa bem mais comprar lanchinhos no mercado e preparar a própria comida — muitos locais, inclusive os hostels, disponibilizam cozinhas aos hóspedes.

.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *